Você não está sozinho: bate papo + projetos que precisam da sua atenção


Eu tenho ficado bastante chocada nos últimos dias com tantas notícias envolvendo suicídio. Os desafios do jogo Baleia Azul, e até mesmo essa série que virou modinha, têm me causado muito medo e embrulho no estômago. Eu acho que não cabe a mim julgar as razões pelas quais um jovem decide acabar com a própria vida, - nem mesmo na ficção -  até porque dor é uma coisa relativa e cada um sente de um jeito. Mas, na posição de comunicadora, com um blog prestes a completar 6 anos, e diante de tantas notícias chocantes, eu me senti hoje na obrigação de trocar uma ideia com vocês e mostrar que não: você, que está sofrendo, não está sozinho. A ideia desse post é justamente trazer opções que, talvez, façam você se sentir melhor.

Só uma observação a respeito da série que eu citei: eu não acho que ela ajuda. Depois de assistir dois episódios extremamente cansativos, com atuações rasas (minha opinião), um monte de clichês e um enredo erroneamente romantizado, eu cheguei a conclusão de que ela pode, sim, ser um gatilho para quem está passando por um problema. É bom a gente lembrar que uma pessoa que está bem, feliz e realizada, não sai buscando por aí opções para acabar com a própria vida. O máximo que pode acontecer é ela assistir os episódios e gostar - ou não - da produção. O que já não acontece com alguém que está deprimido. Só para defender meu ponto de vista, quero lembrar que a protagonista não teve uma chance. A série faz questão de mostrar, o tempo todo, que ninguém se importa com ela, e isso pode levar um telespectador depressivo a pensar, de maneira equivocada, que assim como Hannah Baker, ele também está sozinho. E não está. Não é verdade. Tem muita gente querendo ouvir e ajudar, como vou mostrar nesse post.


Baleia Rosa
O game vai na contramão do jogo que tem feito dezenas de vítimas em todo o mundo - inclusive aqui no Brasil, onde os números são alarmantes. A ideia é propor 50 desafios que estimulem o amor próprio, a amizade, a valorização da vida, os sonhos pessoais e as conquistas. Achei tão bonito que até me emocionei enquanto pesquisava mais sobre cada tarefa. E recomendo pra todo mundo, incluindo você que acha que sua vida está ótima: vai por mim, são lições bonitas e deliciosas de fazer.


Setembro Amarelo
Eu tô acostumada com o Outubro Rosa e o Novembro Azul, mas nem de longe eu imaginava que o mês de setembro fosse dedicado à causa. O movimento acontece todos os anos, especialmente no dia 10, que é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Foi iniciado pelo CVV (Centro de Valorização à Vida) e precisa da atenção de todos nós para ganhar força. O que achei legal lá no site foi esta cartilha aqui. Ela esclarece muitas questões que são consideradas tabus até hoje, incluindo a de que sim: o suicídio faz parte da natureza humana, mas que esse impulso pode ser tratado e solucionado.


Como Vai Você?
E por falar no CVV, vocês sabiam que eles possuem diversos canais de contato onde oferecem apoio emocional? O atendimento é voluntário, gratuito e sigiloso, e o melhor: você pode escolher conversar com alguém pessoalmente, por telefone ou internet.

Facebook + CVV


O próprio Facebook possui uma ferramenta criada em parceria com o CVV para ajudar quem precisa. Se você conhece alguém que aparenta estar deprimido, com ideias suicidas e de automutilação, basta denunciar a publicação e mencionar a sua suspeita. A pessoa, então, receberá um alerta da rede social, com uma série de opções.


A ferramenta fornece à vítima de pensamentos autodestrutivos ainda algumas dicas do que fazer nessas situações. E uma página com vários canais de contato, dicas e outros projetos que podem ajudar.

With Helps Comes Hope
Peguei essa indicação na página do Facebook que mencionei. Aqui tem uma lista criada especialmente para todos aqueles que estão buscando ajuda. São 100 coisas para fazer pelos próximos cinco minutos, no momento em que os pensamentos autodestrutivos invadirem a mente. O tipo de coisa que eu vou salvar nos meus Favoritos, sim, por achar que esse é exatamente o documento que todos deveriam ter em mãos num momento de aflição.


Baralho dos Bons Sentimentos
Este aqui é um projeto meu, mas jamais imaginei mencioná-lo em um post como esse. Fiz para um concurso da Petite Jolie, com aquela ideia de proporcionar às pessoas uma vida mais zen. São 30 cartas recheadas de desafios e conselhos para incentivar o amor próprio e a coragem, e valorizar a vida de cada um. Tá disponível pra download e foi feito com todo o carinho do mundo!


E é isso. Tenho certeza de que existem muitos outros projetos voltados à causa, mas estes foram os que encontrei por ora. Com isso, quero dizer a você que me lê que você pode contar comigo, com este espaço, com este blog. Que ao contrário do que acontece na série modinha, tem muita gente disposta a te ouvir e ajudar. Que a dor que você está sentindo não é frescura, nem ócio, nem falta do que fazer. Você pode e deve buscar auxílio. Você pode e deve enfrentar o problema. Você não está sozinho.

Se vocês conhecem mais projetos legais como esses que mencionei, não esqueçam de deixar aqui nos comentários. Vamos fazer desse post uma lista gigante de opções para quem está precisando. Indicações serão mais que bem vindas!

#CozinhaDaMari: 4 coisas que você precisa saber sobre o preparo de carnes


Oi gente! Já comentei com vocês nesse vídeo aqui que, este semestre, estou tendo algumas matérias mais específicas na faculdade. Uma delas é aquela que compete ao preparo de carnes - uma das minhas prediletas, eu confesso. Além de ter um professor muito legal (oi, Douglas!), tenho aprendido muita coisa - vocês nem imaginam a quantidade de informação que tenho acumulado a respeito! Hoje, pra quem tem acompanhado a minha trajetória, e também pra quem curte cozinha, resolvi fazer um post com algumas coisas que todo mundo precisa saber sobre carnes - especialmente a carne bovina, que é preferência aqui em casa. Hahaha! Tenho certeza que essas dicas que aprendi em aula ajudarão muitas de vocês que também amam cozinhar.

1. Corte sempre CONTRA as fibras, e não a favor, como muita gente costuma indicar por aí...
E eu garanto que existe uma boa razão pra isso: quando cortamos contra aquelas linhas que enxergamos nas peças de carne, garantimos uma maior maciez. Do contrário, elas se rompem e, no momento da cocção, a carne pode acabar ficando dura. Por isso, lembre-se: o corte deve ser sempre no sentido contrário à fibra, formando um ângulo reto de 90º, tá?


2. A carne precisa ser selada antes do preparo
Sim! Aprendi na faculdade que toda carne fica mais macia e mais suculenta quando selada (frita) em uma frigideira bem quente. E nada de fazer o serviço pela metade: pra carne ficar bem gostosa, precisa deixar formar aquela casquinha bem marronzinha na superfície. Pode parecer uma chatice, mas esse processo impede que os sucos da carne (líquidos naturais responsáveis por deixar a carne bem molhadinha e macia) se percam durante o cozimento. Fiz essa experiência com um pedaço de músculo dia desses, resultando nesse lindo Boeuf Bourgignon. A carne fritou por um tempão na panela (meu professor, Douglas, até me chamou a atenção várias vezes por eu quase tirar a carne da panela antes dela atingir o ponto certo de selagem). No final, tudo deu certo e valeu muito à pena. ;)


3. Jamais lave a carne
Nenhuma carne - nem mesmo frango - deve ser lavada. Vocês sabiam disso? E por vários motivos: perda de alguns nutrientes, perda do sabor, e até mesmo o risco de contaminação cruzada (ou seja, a carne contaminada contaminando outros alimentos que estão na pia/bancada).

4. Não existe essa história de carne de primeira e carne de segunda (pelo menos não fora do Brasil)
Você sabia que o Brasil é o único país que faz esse tipo de divisão? Pois é. É somente aqui que consideramos cortes como coxão duro inferiores à picanha, por exemplo. Achei legal compartilhar essa informação aqui pra gente repensar nosso consumo. Afinal, carne é carne, né? E manipulando ela direitinho, sabendo cortar, porcionar e cozinhar, teremos um prato incrível - independentemente do corte, ok?


E ainda tem muuuuuuuitas outras coisas que eu quero compartilhar com vocês. Aliás, os vídeos de receitas estão em um período de hiatus terrível, eu sei, mas estou tentando resolver isso. :)

Enquanto isso, quero saber: vocês já sabiam de todas essas curiosidades? Quem aí costuma preparar muita carne no dia a dia?


Compras: presentes de Páscoa pra quem não quer saber de chocolate

Oi gente! Vocês estão ansiosos pra Páscoa? Eu confesso que tô aqui hoje, na casa dos meus pais, namorando a distância o ovo delícia que compramos para domingo. Hahaha! Amooo chocolate, por isso esse feriado é sempre gostoso pra mim.

Mas, como eu sei que muita gente vira os olhos pra guloseima, resolvi fazer aquela pauta que eu já publico há alguns anos, e trazer opções de presente bem legais pra quem não quer saber de doce.

Aproveitem que amanhã ainda é sábado! Olha só quanta coisa fofinha - e apetitosa! Hahaha!


Loção Hidratante Tonalizante Chocolate Ganache, The Beauty Box
Anel Brigadeiro, Pokkuru
Caixa Coelho, Imaginarium
Espelho Chocolate, Follow The Colours
Bomba de Chocolate, Imaginarium
Gelatina Facial Flopsy, Lush
Caneta Coelho, Imaginarium
Esfoliante Labial Chocolate, Lush
Espuma de Banho Reutilizável Bunch of Carrots, Lush

E aí, curtiu? Qual destes presentes você gostaria de ganhar, hein?