Compras: perfumes com embalagens fofas


Vocês gostam de perfumes? E de embalagens fofinhas? Eu preciso confessar uma coisa: sempre que vou comprar um perfume novo, preciso - primeiro - me apaixonar pelo frasco. Não que a fragrância não seja a parte mais importante, mas não consigo resistir: sempre presto muita atenção em todos os detalhes do vidrinho antes de levar o perfume pra casa. Me amarro em embalagens criativas - tanto, que separei algumas das minhas favoritas pra mostrar pra vocês.

1. Nina Ricci - La Tentation de Nina, The Beauty Box
2. Grés - Cabotine Floralie, Sephora
3. Marc Jacobs - Honey, Sephora
4. Agatha Ruiz de La Plada - Love Love Love, Sephora
5. Marc Jacobs - Daisy Petit Flower, Sephora
6. Moschino - Moschino Toy, Moschino Online Store
7. Marc Jacobs - Dot, Sephora
8. Cupcake-me Napolitano Chic, Lacqua Di Fiori
9. Mac Jacobs - Daisy Delight, Sephora
10. Agatha Ruiz de La Plada - Beso, Sephora

Já quero todos! E vocês? Quais são os seus favoritos?

Sessão pipoca: minha avaliação dos últimos filmes vistos no cinema



Junho, definitivamente, foi o mês em que fui mais vezes ao cinema. Foram 4 lançamentos assistidos, incluindo um filme de terror e duas animações. No post de hoje, fiz uma pequena avaliação de cada um deles. Então pegue a pipoca, acomode-se na poltrona e venha comigo!

1. Poltergeist


Eu aprendi a gostar de Poltergeist com a minha mãe, que é muito fã do filme. Para quem não sabe, o enredo é beeeem antigo: a primeira versão, produzida por Steven Spielberg, foi lançada em 1982, quando eu e a maioria de vocês ainda nem era nascida.

Poltergeist conta a história de uma família norte-americana que se muda para uma nova casa e, dias após a mudança, passa a ser atormentada por estranhas manifestações sobrenaturais.

Por já conhecer de cor e salteado a história, eu mais ou sabia pelo que esperar. Mesmo assim, tive medo de criar grandes expectativas, o que no final das contas acabou sendo uma bobagem minha.

Eu adorei, gente! Há sim, pequenas mudanças perceptíveis entre a antiga versão e o remake deste ano, mas nada que atrapalhe ou altere demais o enredo como um todo. A protagonista é uma fofura e o filme é cheio de cenas bastante assustadoras. Enfim, ótimo pra quem curte clássicos de terror!

Vale à pena? Vale MUITO!

2. Jurassic World


Outro filme antiguinho que ganhou versão nova - se bem que esse é uma continuação das que foram lançadas anteriormente. Jurassic World se passa 20 anos após o fechamento do primeiro parque, e conta a história de um empreendimento novo, muito mais moderno e com dezenas de espécies híbridas.

A trama toda se desenrola ao redor de uma criatura em especial, criada em laboratório e mantida em cativeiro. Em um determinado momento do filme, ela escapa, botando todos os funcionários e turistas em completo desespero.

Sim, é um clichê, mas um clichê legal. A fotografia do filme tá incrível e a tecnologia utilizada na concepção do parque faz gente acreditar que tudo existe de verdade - por diversas vezes, fiquei imaginando que legal seria se existisse um lugar assim. O filme têm aquelas cenas meio impossíveis, e alguns exageros, claro, mas nada que me fizesse perder o interesse. E ah, óbvio, tem Chris Pratt no papel principal, que faz ficar tudo deliciosamente... interessante (ai, ai!).

Vale à pena? Vale, e dá pra entender tudinho, mesmo sem nunca ter assistido aos outros filmes (o que não é meu caso).

3. Dragon Ball Z - O Renascimento de Freeza



Pois é, eu assisti Dragon Ball Z, gente. Fiz isso pelo maridinho, que é mega fã da série e que sempre topa ir assistir os filmes que eu quero. O filme de 2015 conta a história do renascimento de um de seus maiores vilões: Freeza. Foi distribuído pela Fox Filmes e é mais voltado para quem é realmente fã da saga: para entender tudo, é preciso, pelo menos, ter assistido ao longa-metragem anterior, A Batalha dos Deuses, de 2013.

Por não acompanhar Dragon Ball, eu não posso dizer que adorei. O filme tem algumas cenas bastante engraçadas e personagens carismáticos, porém, foi difícil entender alguns lances, já que eu não conheço a história.

Pra mim, não valeu a pena. Pro Di, a experiência foi outra. Por isso, o meu conselho é: se quiser conferir Dragon Ball nas telonas, procure saber mais sobre a história primeiro.

Vale à pena? Não, a não ser que você seja fã da série.

4. Minions



Com certeza, esse é o filme mais fofo de 2015! Com uma trilha sonora lindinha - vááááárias músicas dos Beatles - e cenas engraçadíssimas, Minions arrebatou meu coração de um jeito que fiquei com vontade de assistir mais vezes.

A história se passa 40 anos antes da era Gru, e traz como protagonistas Kevin, Stuart e Bob, três fofurinhas que abandonam a tribo em busca de um vilão para chamarem de seu. Como vocês já devem imaginar, o filme está recheado de humor e trapalhadas desses seres amarelinhos. E o bacana é que, se você ainda não viu Meu Malvado Favorito - o que eu acho difícil - vai poder ir ao cinema tranquilamente, sem se preocupar em entender toda a história.

Vale à pena? Valeeeeee! É um filme fofo e engraçado demais, pra agradar gente de todas as idades, garanto!



E vocês, já assistiram a algum desses filmes? Me contem aí nos comentários!

Vídeo: #LoveWins - Sobre o amor e todas as suas formas


Quem assistiu aos telejornais e acompanhou os grandes portais de notícia, já sabe que os EUA deram um grande passo no quesito igualdade de direitos. Isso porque hoje, dia 26, foi aprovado o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo em todos os 50 estados do país.

Eu fiquei muito contente! Não faço parte da comunidade LGBT, mas sou a favor de todas as formas de amor. Afinal de contas, não tem coisa mais gostosa do que gostar de alguém, né?
Fiz um vídeo para celebrar o fato e contar porque isso tem um significado tão especial. É só apertar o play pra conferir - SPOILER ALERT: tem vinhetinha! Hahahaha!



Que o mundo todo tire boas lições com a decisão da Suprema Corte americana e que, em breve, todas as pessoas do planeta possam amar livremente e sem preconceitos.

Espero que os meus filhos possam crescer em um mundo mais respeitoso, acolhedor e tolerante. Vivas as diferenças e o amor, em todas as suas formas!

Beijo carinhoso e bom final de semana!


PS: comentários discriminatórios e desrespeitosos não serão tolerados.