Piercing: o que você precisa saber antes de fazer o seu

A primeira vez que fiz um piercing foi em 2008, no finalzinho do meu segundo ano de faculdade. Estava doida para colocar um brilhante bem delicado no nariz e confesso que amei o resultado. Infelizmente, após algumas semanas, a região acabou inflamando, o que me fez tomar a decisão pouco inteligente de abandonar o piercing. Traumatizada e com muito medo de ganhar uma cicatriz, só criei coragem para fazer um piercing de novo no ano retrasado. E dessa vez, não tive problema. Pesquisei bastante e cuidei direitinho até cicatrizar.

Ter um piercing é algo que exige bastante cuidado, independente do local da perfuração. A higiene, como você já deve imaginar, é fundamental para manter tudo em ordem. Como eu aposto que muita gente ainda tem dúvidas, fiz um post para contar um pouquinho sobre a minha experiência. Aproveitei também para adicionar algumas dicas legais para quem está pensando em fazer o seu.


Mas afinal de contas, fazer um piercing dói ou não dói?
Vamos esclarecer uma coisa: dor é algo relativo. Uns sentem mais, outros sentem menos e é assim que o mundo caminha. No meu caso, em particular, doeu sim, mas não de um jeito que eu não pudesse suportar. Na primeira vez que fiz um piercing, em 2008, estava tão animada que senti apenas uma leve pressão na hora de passar a joia. Já na segunda vez, a dor foi um pouquinho mais forte. Meu irmão costuma brincar que depende muito do seu grau de ansiedade: se estiver tranquila, é provável que não sinta nadinha. Agora, se estiver com medo e não relaxar, a experiência pode não ser lá muito agradável.

Meu piercing! \o/

Higienizar o local é complicado?
Não é nenhum bicho de sete cabeças como a maioria imagina. A única coisa que muda é que você terá que ter um pouquinho mais de cuidado e paciência com o local perfurado, mas nada que tome um tempo precioso da sua vida. Essa era uma das minhas maiores preocupações antes de fazer o piercing, então, você já deve imaginar como me senti boba ao descobrir que não: isso não é tão complicado quanto parece.
É só fazer a limpeza com sabonete antibactericida e anti-séptico e... voilá! Tudo em ordem!

Demora muito para cicatrizar?
Geralmente, isso varia bastante. Existem casos em que o piercing demora menos tempo para cicatrizar e casos em que o processo é um pouquinho mais demorado - o meu demorou dois meses para cicatrizar completamente. O importante é que, durante este período, a maioria dos body pierces recomenda não trocar a joia e evitar movimentá-la - por isso, sim, tive que esperar um tempinho até poder trocar o brilhante pela argolinha.



Quero fazer um piercing. E agora?
A primeira dica é determinar o local do seu piercing - são tantos tipos diferentes que é muito importante saber direitinho o que você quer. Faça uma pesquisa legal na internet e procure por fotos e imagens para ter uma ideia de como o piercing ficará em você. Mas, se você se arrepender, take it easy: o piercing não é como a tatuagem. Você poderá retirá-lo se quiser - só não esqueça de procurar um profissional para fazer isso para você, combinado? O segundo passo, talvez o mais importante, é escolher o estúdio.

Qual é a melhor forma de localizar um profissional ou um estúdio legal?
Existem muitas formas diferentes: visitar os estúdios da sua cidade, fazer uma pesquisa na internet e por aí vai. Mas, uma coisa que não falha é o bom e velho boca a boca. E as pessoas recomendam quando um determinado profissional é bom no que faz. Por isso, pesquise, pesquise e pesquise. Mas não deixe de perguntar às pessoas que você conhece se aquele estúdio é de confiança. Preste atenção no trabalho do body piercer, mas não deixe de inspecionar o local de trabalho dele para saber está tudo higienizado e organizado, se os materiais são descartáveis e etc.

Não tenha medo de perguntar
Tire todas as suas dúvidas, antes, durante e depois de fazer o piercing. E não se sinta estranha nem boba por fazer muitas perguntas. Pense bem: esquisito mesmo é voltar para casa cheia de encanações.

Cuidado com a joia
Você lembra do que eu falei sobre não trocar nem movimentar a joia? Pois bem. Alguns dias depois de ter colocado a argolinha no nariz, percebi a região um pouco vermelha e inflamada. Voltei ao estúdio e descobri uma coisa que mudou minha vida desde então: o fecho da argolinha não deve, jamais, ficar em cima da perfuração. Quando isso acontece, geralmente por algum descuido, o piercing tende a inflamar. Então, é bom ficar de olho e tomar cuidado, principalmente com argolinhas.


E você, gosta de piercings? Dê sua opinião nos comentários.

Veja também:

3 comentário(s)

  1. Acho lindo no nariz, mas confesso que não teria coragem!
    Tatuaria em qualqer lugar, mas pircing morro de medo, vai entender ne? haha

    Ah, acabei de postar um vídeo no blog, clica lá, ficarei feliz
    http://lladodedentro.blogspot.com.br/2014/01/tag-em-video-50-fatos-sobre-mim.html

    beijo beijo da Nanda!! <3

    ResponderExcluir
  2. Nossa, ótimas dicas!
    Eu tenho um ♥ foto do meu bb!
    É realmente chato cuidar kkkk não é bicho de 7 cabeças, mas muito chato! Uma dica também que eu posso dar para quem quer fazer um é: NÃO SE DESESPERE ENQUANTO ELE ESTIVER EM PERIODO DE CICATRIZAÇÃO! KOPWOPKEKOPWOPKEWOKPEKO eu super me desesperei um dia e fiz de tudo pra tirar o piercing, o resultado? Ele inflamou kkk porque cutuquei a noite toda. O meu ainda ta cicatrizando, leva 6 meses :(
    mas o seu é lindo ♥ Ja pensei em furar o nariz também, mas desisti.
    Enfim, seu blog ta lindo! Sucesso ♥
    beeijos

    http://apequenaka.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nunca fiz piercing, mas acho muito legal! O seu é lindo Mari, tão delicadinho...

    ResponderExcluir

Instagram Images