5 pratos para quebrar em 2014

00:56


Eu ainda não decidi se gosto ou não de 2014. Como vocês sabem, foi um ano de grandes transformações pra mim: o Di e eu nos casamos, me mudei para São Paulo, virei dona de casa, viajei pela primeira vez de avião, vi o blog crescer, me formei em mais um curso e mais um montão de coisas. Mas também perdi pessoas que eu amava e passei por um montão de momentos difíceis. 2014 foi um ano turbulento, complicado; uma espécie de montanha-russa, cheia de seus altos e baixos.

Por essas razões, não consigo decidir se foi um ano bom ou ruim. Mas de uma coisa eu sei: há uma série de defeitos e manias minhas que eu não gostaria de levar para 2015. Se tem uma coisa que as festas de final de ano trazem de bom, além da comida gostosa, é essa vontade de fazer tudo diferente, não é? Então tô assim, querendo mudar, e mudar pra melhor. Fazer uma faxina, quebrar alguns pratos, se é que vocês me entendem... jogar fora todas as ideias e sentimentos ruins pra começar janeiro com o coração e a alma novinhos em folha.

1. Achismos e desconfiança
Algumas situações em minha vida contribuíram muito para que eu me tornasse uma adulta desconfiada. Não que seja ruim ter um pezinho atrás em algumas situações, mas eu reconheço que exagero. Quero mudar isso de uma vez por todas, porque sei que serei mais feliz se confiar um tiquinho mais nos outros.

2. Mágoas e desentendimentos
Que as coisas que me magoaram em 2014 nem ousem em me seguir, porque não quero levar nadinha na minha mala. Sou dessas que acredita que um ano que começa triste, termina triste, por isso, nada de baixo astral, ideias ou pensamentos ruins... o que rolou em 2014, vai ficar em 2014.

3. Falta de foco para tocar meus projetos
Quem acompanha o blog sabe que um dos meus maiores sonhos na vida é escrever um livro. E adivinhem? Eu não consegui este ano, mais uma vez. Eu poderia culpar a chuva em São Paulo, o bloqueio criativo, o cometa Ison, mas não... a culpa foi da minha falta de foco. Lembram-se do post para ajudar a realizar sonhos no próximo ano? Eu mesma tô seguindo as regras: comprei uma agenda, vou estabelecer um cronograma e levar o projeto a sério. 

4. Impaciência
Eu preciso me tornar uma pessoa mais zen, gente! Hahahahaha! Sou impaciente, ansiosa, nervosa e às vezes, tenho até preguiça de mim por ser assim. Hahahaha!

5. Orgulho
Eu confesso: me transformei numa adulta um tiquinho orgulhosa e relutante em baixar a guarda em situações de conflito. Minha mãe sempre me disse que, às vezes, mesmo que estejamos cobertos de razão, é preciso ceder e erguer a bandeirinha branca da paz. Hahaha! Não sei se é maturidade, a vida de casada ou o cometa Ison - olha ele aqui de novo - mas de uns tempos pra cá, tenho dado muita razão pra mamãe.

E você? Quais pratos gostaria de quebrar em 2014?

Curiosidade: Ison é o nome de um cometa de 4,5 bilhões de anos, descoberto em 2012 por cientistas da Nasa. Em 2013, ele pode ser visto daqui da Terra a olho nu, graças à sua passagem pelo Sol.

Veja também:

2 comentário[s]

  1. Consigo te entender perfeitamente em cada "prato". A desconfiança atrapalha muito o nosso caminhar, de certa forma, pois acabamos expelindo boas oportunidades, já que estamos com o pensamento de "pq fulano esta fazendo isso? pq me convida? pq quer q eu participe? deve ta querendo algo em troca... deve estar querendo se dar bem às minhas custas...". Mas você pode controlar isso, assim como eu controlo, e acabei percebendo o quando eu me distanciei da Felicidade, e o quanto eu fui tolo.

    http://www.caiotanoblog.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Dessas coisas para mim se encaixa a falta de foco. Se queremos algo, temos de fazer o necessário para conquistá-lo! É simples, mas é isso. Só depende de nós começar e realizar. Desejo que você consiga tudo isso em 2015!

    Beijos! Beijos!

    ResponderExcluir