2 técnicas que eu quero (e vou) adotar em meus cabelos

14:00

Quem me conhece, sabe: vira e mexe, eu pinto meus cabelos de uma cor diferente. Mesmo assim, o ruivo alaranjado é o meu tom favorito: por mais que eu mude a cor dos meus fios, sempre acabo voltando pra ele.

E o grande problema de curtir essa cor é que ela é meio ingrata: com a saúde dos fios e também com o bolso ($$). Pelo menos no meu caso, mesmo com os fios saudáveis, o laranja bonitinho não dura mais do que duas semanas. E o resultado disso é uma Mari tristinha, mais pobre e com fios cada vez mais ressecados devido ao excesso de colorações. :(



Tenho pesquisado muito e procurado feito louca produtos e técnicas pra fazer a tinta durar mais tempo. Foi assim que descobri aquele tonalizante mara do Celso Kamura, pra usar entre as colorações. Mesmo assim, não foi suficiente. Eu precisava de algo permanente e que não agredisse tanto. Foi depois de tanto bisbilhotar que descobri duas coisas que pretendo adotar - talvez a partir do próximo mês - pra virar ruiva permanente e recuperar os danos de todos esses meses de muita química.

Low Poo
Meu primeiro contato com a técnica foi por meio de um post da Aninha, do Madly Luv. Mas afinal, o que é isso? Bem, é um jeito de lavar os cabelos com shampoos e máscaras levinhas que não levam sulfatos nem petrolatos em suas fórmulas.

Eu decidi tentar por dois motivos: o primeiro é que tenho notado que, por mais que eu trate, hidrate, nutra ou reconstrua, depois de dois ou três dias, principalmente a parte de baixo do cabelo, próxima a nuca, fica uma verdadeira palha: porosa, ressecada e sem vida.

Já li alguns relatos de gente que passava pelo mesmo problema e que teve a vida transformada depois que aboliu alguns produtos da rotina. Fiquei animada e decidi que não custa fazer uma tentativa. Vou usar todos os cosméticos que tenho e introduzir os produtinhos mais leves aos poucos. E, óbvio, registrar tudo pra contar pra vocês.



Henna
Nessa pegada por um cabelo mais saudável, eu achei que não fazia muito sentido mandar meus shampoos lotados de detergente embora e mesmo assim, continuar insistindo em tintas e água oxigenada. Seria meio... incoerente da minha parte? Pois bem.

Encontrei a henna por acaso e aí a curiosidade falou mais alto. Pra quem não conhece, trata-se de uma plantinha que é toda tratada e moída, cujo pigmento vermelho tem a capacidade de tingir os fios. 

A técnica é trabalhosa? É. Mas parece valer à pena? Sim! Porque pelo que li, ela não desbota como as colorações comuns. E ainda, por ser natural, trata a cabeleira ao invés de judiar. Então, porque não dar uma chance pra essa lindeza também? Já encomendei a minha e assim que tiver segura, vou testar no cabelinho.

E é isso. Pra quem tem vontade, eu sugiro pesquisar bastante antes de tomar uma decisão.
E vocês, o que fazem pra deixar o cabelo sempre bonito?


Veja também:

6 comentário[s]

  1. Meu ruivo é com henna, sou apaixonada por ela. Ruiva pra sempre sem desbotar <3 <3
    Estas técnicas de no poo, low poo eu queria adotar mas tenho caspas e fica complicado abandonar meus shampoos próprios para isso D:
    Mas vem pra henna que é só amor <3

    ResponderExcluir
  2. Muito legais. Tenho vontade de experimentar o low poo também, deve fazer super bem aos cabelos!

    Red Behavior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sim! <3 Sem contar que agride menos o meio ambiente tb!

      Excluir
  3. A Técnica Low - Poo é bem usada entre as meninas que tem cabelo cacheado porque faz maravilhas para salvar do ressecamento, é muito bom os resultados.
    Como meu cabelo é cacheado eu o hidrato loucamente e uso muito óleo e evito shampoos com a formula muito agressiva.

    e cabelos ruivos são muito amoooor <3333

    beijos

    woinblack.wordpress.com

    ResponderExcluir