Trocando cosméticos por produtos cruelty free


Antes de começar esse post, eu quero fazer uma confissão a vocês: hoje, boa parte dos cosméticos que eu tenho são de marcas que realizam testes em animais - já até falei sobre alguns aqui no blog. E, antes que vocês possam achar isso um tanto quanto hipócrita da minha parte (não culpo vocês, porque pode parecer mesmo), preciso me defender: na maioria das vezes, por força do hábito, acabei não me atentando para esse ponto. Sabe aquela história de crescer com sua mãe comprando maquiagens por catálogo? De nunca prestar atenção em embalagens e não desenvolver um olhar mais crítico sobre o seu próprio consumo? Pois é.

Errei? Errei, e talvez ser uma pessoa desatenta e não ter feito por maldade, não justifique o meu erro. Mas sou dessas que acredita que nunca é tarde pra gente aprender, certo? E que pequenas decisões, ainda que tomadas de forma tardia, podem sim fazer grande diferença e mudar as engrenagens do mundo.

Então esse post é sobre mais uma mudança de hábito minha: primeiro eu falei da minha rotina mais saudável, depois falei da nova mania de beber mais água, comentei sobre como estou mudando o jeito de cuidar do meu cabelo e agora sobre como vou substituir, aos poucos, as marcas que sempre fizeram parte da minha vida por empresas mais responsáveis nesse quesito e contra os testes em animais. Digo devagar porque tudo fará parte de um processo. Demorado, talvez, mas consciente e responsável.

Primeiro passo: substituição
Como falei lá em cima, eu tenho muitos produtos de marcas que realizam testes em animais - coisa que não me deixa orgulhosa, claro, nem um pouquinho. Mas, mesmo que muita gente não concorde, não vou enlouquecer e jogar tudo fora - até porque, vamos combinar? Isso seria como jogar todo o dinheirinho que investi no lixo.

Minha ideia, então, é substituir o produtos que forem acabando por cosméticos novos, mantendo-me atenta aos selinhos que comprovem que sim, está tudo ok com aquela marca - coisa que eu já venho fazendo.


Não, não é uma tarefa fácil, principalmente quando já estamos habituadas a determinado produto que nos acompanha há anos - como no meu caso. Mas, com o tempo, a gente se acostuma. E ainda corre o risco de conhecer muitas empresas legais!

Segundo passo: informação
Estar atualizada sobre o assunto também é importante. Por isso, na dúvida, outra coisa legal é sempre consultar as listas (nacional e internacional) do PEA e PETA. Aliás, quero ressaltar que segundo a própria instituição, só entra na lista as marcas que enviam um documento legal declarando a não-realização de testes de produtos em animais. Ou seja, dá pra consultar e confiar sem medo!



Esse processo, ainda que demorado, com certeza já tá fazendo eu me sentir melhor e de bem com a minha beleza. Espero que um dia, não hajam mais listas e nem selos, e que essa postura seja uma prática comum entre todas as marcas que a gente conhece.

Mas, enquanto não acontece, eu decidi abraçar a causa e fazer minha parte. E quanto você, o que pensa sobre o assunto? Tem alguma marca cruelty free que você gosta bastante? Me conte aí nos comentários!


Veja também:

12 comentário(s)

  1. Ainda tenho muitos produtos mas pretendo mudar, obrigada por esse post! Me incentivou ainda mais!!
    Estou conferindo a lista das empresas que não testam em animais.
    Beijos

    http://apequenaka.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba! Depois vamos trocar figurinhas. Conta aqui a experiência conforme vc for testando as marcas. Tô doida pra dividir isso com alguém! (L)

      Excluir
  2. Muito legal a iniciativa, os bichinhos agradecem :)

    ResponderExcluir
  3. Adorei sua iniciativa. Concordo com você começar aos poucos, o importante é você tentar mudar.
    Fazer teste em animais é algo tão antigo que quase ninguém se toca, mas se começarmos e tentarmos incentivar os outros isso pode ser mudado!
    Eu AMEI seu blog e já segui para ver as futuras publicações.

    xoxo
    foradocontexto.tk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigada, Thaís! Sempre bom receber esse incentivo! <3

      Excluir
  4. Não vou te julgar, pois estou na mesma situação... a diferença é que vc já começou a fazer as mudanças.. Eu não gosto de usar maquiagens mas sempre que preciso uso as mesmas... Preciso comprar novas maquiagens e tenho essa mesma preocupação que vc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu super entendo. Tá sendo bem desafiador sair da minha zona de conforto, ontem mesmo, no mercado, eu parecia uma doida olhando rótulos. Mas acho que vou me acostumar. Hahaha! É só ir com calma.

      Excluir
  5. Também não observava muito isso, apenas vou comprando o que minha mãe já compra. Mas ultimamente fui percebendo que existia cosméticos que tinham uns selos, de não testados em animais. Hoje em dia estou tentando trocar os produtos, e já estou mais atenta aos selos.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Difícil mudar hábitos assim, né? Mas com calma a gente consegue. <3

      Excluir
  6. Estou tentando ficar mais atenta com relação a isso também Mari. É importante pensar nesse aspecto mais responsável na hora de comprar um cosmético ~ e as próprias empresas estão começando a se dar conta disso! Bom pra gente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Ca. Eu ainda acredito numa realidade não muito distante em que não existam mais selos, nem listas, nem preocupação, porque todas as empresas já terão abolido a prática de vez. Vamos torcer bastante e fazer a nossa parte! <3

      Excluir

Instagram Images